Publicado por: moacirmolotov | 01/12/2009

Michael Myers anabolizado, belos peitos e violência hardcore.


Halloween – O Ínicio   (Halloween)

Direção: Rob Zombie

Com: Malcolm McDowell, Danielle Harris

Terror – EUA – 2007 – 109 Minutos

YouTube

PlayArte

Dirigido por Rob Zombie, líder da extinta (e excelente) banda White Zombie, e diretor dos ótimos filmes de terror A Casa dos Mil Corpos e Rejeitados pelo Diabo, esse remake de Halloween (de John Carpenter) não fica preso ao original, inovando na primeira metade do filme, que é focada na infância do psicopata Michael Myers.

Michael Myers é aparentemente uma criança normal, criada em lar turbulento, mas tem um hobby bem alternativo para passar o tempo: Torturar e matar pequenos animais. Após assassinar sua irmã mais velha, seu namorado e seu padrasto, usando uma máscara de palhaço, Myers é internado em um manicômio e começa a ser estudado por Dr. Loomis (Malcolm McDowell, sem o brilho, de Donald Pleasence).

Michael, a princípio age de maneira ordinária, mas começa a ficar obcecado com a criação de máscaras toscas, e aos poucos vai abandonando sua fala, tornando-se um garoto obscuro e mudo.

Adulto, Myers foge do hospício e volta para sua cidade natal, em busca de sua irmãzinha, que era um bebê na época em que massacrou parte de sua família. A partir daí, em 60 minutos, Rob Zombie compacta o filme original, na íntegra. A ordem dos acontecidos é praticamente a mesma, e o roteiro apenas é moldado a-la-anos 2000.

É legal? Sim, é bem legal! É uma espécie de versão boca-suja, mais histérica e extremamente violenta do filme original. Daeg Faerch atuou bem como uma criança sinistra, fria e histérica, mas perdeu nesse último quesito para Scout Taylor-Compton (A Laurie, no original interpretada por Jamie Lee Curtis). A mocinha grita, grita, grita, grita, grita, grita e grita mais um pouco, contribuindo para a construção de um quadro de tensão elevadíssimo.

De resto tudo está lá: Muitas mortes, a clássica trilha sonora e as beldades peladas.

O curioso é ver a saborosíssima Danielle Harris  nuazinha, a mesma que fazia o papel da garotinha Jamie nos Haloween 4 e 5 (88/89).

Não é tão charmoso, nem tão criativo quanto o Halloween de 1978, mas vale uma conferida.

Nota: 7,5

Mário Ribeiro

About these ads

Responses

  1. o michael era um garoto comum que vivia com o seu padrasto,sua mãe sua irmã mais velha e sua irmãzinha


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: